Autossuficiência: Algo a ser evitado nas PME´s

Muitos profissionais decidem seguir suas carreiras como empreendedores, alguns possuem boas ideias que inovam em serviços e produtos, porém a pergunta de todos é: O que eu faço para ter sucesso? Podemos dizer que, essa fórmula é uma junção de ações administrativas e comportamentais.

No nosso texto desta semana convidamos um especialista financeiro, Rodrigo Tragueta Nabarrete, para falar sobre um dos perigos da maioria dos empreendedores, veja só o que ele diz:

“Uma questão que eu pensava quando via as apresentações de Steve Jobs, em seus eventos espetaculares para mostrar produtos potencialmente inovadores, era como Jobs fazia isso tudo sozinho. Idealizava o produto, projetava, testava, pesquisava e, então, o lançava. Ele entendia de tudo: Design, Marketing, Engenharia, Distribuição, Programação… Mas será que era assim mesmo? Óbvio que não. Ele tinha uma equipe e sabia tirar o melhor de cada indivíduo desta equipe. Me corrijam se eu estiver errado, mas no Brasil existe uma enorme resistência à consultores e a profissionais especializados, sobretudo nas PME´s. Temos ainda uma visão de que ninguém é melhor do que o dono para entender de todos os processos da empresa. Belo engano.

Consultoria em Marketing, Planejamento Financeiro, Jurídica, TI e por aí vai. Ninguém é capaz de ser autossuficiente ao ponto de não precisar de profissionais especializados e a consultoria pode ser um meio viável de levar profissionais qualificados para as PME´s. E não esqueçamos: 99% das empresas brasileiras são PME´s; 70% das carteiras assinadas estão nas PME´s (fonte G1 reportagem de 2017). Ou seja, se tivermos PME´s saudáveis, teremos mais empregos, mais qualidade, maior crescimento no PIB.”

E aí, você concorda com o nosso amigo Rodrigo Tragueta Nabarrete? Nós sim! 😀
Deixe seu comentário abaixo e até a próxima! 😉

Recommended Posts

Leave a Comment